365 Algarve

Every day counts

De 24 a 29 de abril de 2018 . Aljezur

Bestias

Baro d'Evel Cirk

Este espetáculo faz parte do Lavrar o Mar

Sinopse:

Um espectáculo fascinante, poético e transformador que se propõe reinventar, através da linguagem do novo circo - mescla de ritmo e voz, dança, acrobacias e artes visuais - a relação íntima e frágil entre o homem e o animal.

Na sua tenda, espécie de gruta com intervenções rupestres, participamos de uma viagem improvável e assistimos a um diálogo inteligente e absolutamente sensível e contemporâneo de corpos que buscam soluções na instabilidade, sobre a liberdade e a ancestralidade, protagonizada por uma tribo composta de cavalos, pássaros e seres humanos. Dotado de um imaginário insólito e enigmático, que evoca influências de Tàpies ou Kantor, por exemplo, Bestias apresenta-se como um bestiário onírico, que promete comover e questionar o lugar do homem na ordem do mundo.

Duração: 1h40 (sem intervalo)

Classificação etária: M/6

Biografias dos intervenientes:

Camille Decourtye: Cresceu entre cavalos e os estudos académicos de música. Estudou acrobacias aéreas na ENCR e CNAC, em França. Entretanto, desenvolveu trabalho vocal e participa em diversos cursos de formação - música do mundo, música tzigane - e em 2006 cursa no Music’Halle em Toulouse. Em 2004, decide integrar o cavalo nos projectos da companhia. Desenvolve, a partir daí, um trabalho sobre a liberdade e comunicação através do corpo, procurando a linguagem e entusiasmo singular em cada cavalo. Ela escreve e participa como intérprete em todos os espectáculos de Baro d’evel.

Blaï Mateu Trias: Nascido em Barcelona, cresceu numa família marcada pelas tendências artísticas catalãs pós-Franco. Com a companhia Tortell Poltrona, participa nas primeiras expedições dos Clowns Without Borders. Com treino em artes circenses em várias escolas de renome francesas, trabalhou com diferentes artistas, nomeadamente Heddy Maalem, Eugène Durif, entre outros. Também escritor e performer em todos os espectáculos dos Baro D’evel, começou uma experiência a solo na qual/ através da qual questiona o circo na sua forma e o confronta com a sua história e dramatismo. Tem sido um dos directores artísticos da companhia desde 2006. 

Ficha artística e técnica:

Concepção e Direcção Artística: Camille Decourtye e Blaï Mateu Trias

Artistas: Noëmie Bouissou, Camille Decourtye, Claire Lamothe, Tais Mateu Decourtye, Blaï Mateu Trias, Julian Sicard, Marti Soler Gimbernat e Piero Steiner; os Cavalos Bonito e Shengo, os Pássaros: Gus, Zou, Farouche e Midinette.

Colaborações Artísticas: Maria Muñoz e Pep Rami/ Mal Pelo, Bonnefrite

Trabalho com os Animais e Cuidadores: Camille Decourtye, Laurent Jacquin e Nadine Nay

Criação Sonora: Fanny Thollot

Colaboração Musical: Nicolas Lafourest e Fanny Thollot

Design de Luz: Adèle Grépinet

Figurinos: Céline Sathal

Direcção Técnica: Nancy Drolet e Louis Cormerais

Construção: Laurent Jacquin e Sylvain Vassas-Cherel

Participantes: Aurélien Conil (engenheiro electro-informático), Pau (construtor de orgão) e Tristan Plot (encantador de pássaros)

Direcção de Produção e Difusão: Marie Bataillon e Laurent Ballay

Assistentes de Produção: Pierre Compayré e Celia Medan

Ilustração/ Grafismo: Bonnefrite 

Eventos relacionados

 
Logo 365Algarve

Subscreva a nossa newsletter para receber os eventos do 365Algarve .

 
Fechar Newsletter